Diretoria & Conselhos

Conheça os nomes que integram nossa equipe.

Diretor Presidente

José Luiz Costa Taborda Rauen

Diretor Administrativo Financeiro

Luiz Carlos da Silva

Diretora de Previdência

Jocelaine Moraes de Souza

Presidente

Airton Sozzi Junior

Vice-Presidente

Hideto Yoshioka Junior

Titular

Fellipe Pacheco de Oliveira

Suplente

Josilene Vieira Barbosa

Titular

Felipe Trevisan Matos Novak

Suplente

Cleber Tuletzki Felizari

Titular

Geny Sass Eppinger

Suplente

Romandir Saboia

Titular

Marcelo Gomes Saldanha

Suplente

Ana Rita de Paula

Titular

Julieta Maria Braga Cortes Fialho dos Reis

Suplente

Janaina Lopes Gehr

Titular

Patricia Cristina Lessa Silva

Suplente

Daiane Gonçalves Ferreira Veiga

Titular

José Altair Cassemiro

Suplente

Andre Luis Figel

Titular

Joyce Carolina de Freitas

Suplente

Luiz Henrique Lopes Rasera

Titular

Claudinei Nogueira

Suplente

Carlos Eduardo Kukolj

Documentos de Interesse

Demonstrações contábeis, políticas, relatórios, regulamentos, Atas e calendários.

Institutos
São as opções oferecidas para você, no momento da extinção de seu vínculo com o patrocinador, antes da sua aposentadoria.

Autopatrocínio
É a possibilidade que você tem de manter sua inscrição no Plano da CuritibaPrev e continuar contribuindo, para aumentar a sua conta previdenciária até o momento em que adquirir o direito ao recebimento de um dos benefícios do plano.

Benefício Proporcional Deferido
É a sua possibilidade de permanecer vinculado ao Plano da CuritibaPrev sem necessidade de continuar contribuindo e receber no futuro a sua aposentadoria.

Portabilidade**
Permite a você transferir o saldo total de sua conta previdenciária para outro plano.

Resgate**
É a possibilidade de resgatar o saldo total de sua conta previdenciária, inclusive todas as contribuições efetuadas pelo patrocinador.

** Optando pela portabilidade ou pelo resgate, sua inscrição é automaticamente cancelada no plano da CuritibaPREV.

Perguntas Frequentes

Ainda tem dúvidas? Confira abaixo algumas respostas.

É a modalidade de previdência que proporciona ao trabalhador uma proteção adicional ao regime de previdência ao qual ele está vinculado. A adesão é facultativa, diferentemente do que se dá quanto ao IPMC, onde a participação é obrigatória para todos os servidores municipais.

Na previdência complementar, o benefício é pago de acordo com o que o participante acumulou ao longo dos anos de contribuição. As contribuições formam uma poupança que, no futuro, será utilizada para o pagamento do benefício. Isso é chamado regime de capitalização.

O regime de previdência complementar pode ser operado por entidades abertas (como os bancos ou seguradoras) ou fechadas.

É a Fundação de Previdência Complementar do Município de Curitiba, uma entidade fechada, sem fins lucrativos cujo objetivo é fazer a gestão da Previdência Complementar dos servidores de Curitiba.

A previdência complementar fechada é destinada a um grupo específico de pessoas. No caso da CuritibaPrev, destina-se aos servidores do Município de Curitiba. Além disso, a CuritibaPrev não possui finalidade lucrativa, isto é, toda rentabilidade reverte para a conta dos participantes.

A previdência complementar aberta é destinada ao público em geral. Além disso, essa modalidade possui finalidade lucrativa, isto é, parte da rentabilidade financeira é destinada aos acionistas do banco ou seguradora.

O primeiro plano oferecido pela CuritibaPrev é o CuritibaPrev Plan1. Ele é destinado aos servidores ou empregados públicos que ingressaram no serviço público do Município de Curitiba a partir de 26/09/2017.

A CuritibaPrev terá outros planos para os demais servidores e empregados públicos.

Eles serão anunciados assim que a Superintendência Nacional de Previdência Complementar – Previc aprovar cada um deles.

Se você recebe até R$ 5.839,45, vai contribuir com o valor mínimo referente a 3% da remuneração total.

Se você recebe acima desse valor, sua contribuição será de 3% sobre R$ 5.839,45 e você contribuirá também com um percentual mínimo de 3,75% e máximo de 7,5% sobre a diferença entre a remuneração total e o valor de R$ 5.839,45.

Nas duas situações, o patrocinador (Município de Curitiba) fará a contribuição no mesmo valor do participante na conta individualizada do servidor por CPF, até o limite de 7,5%.

A CuritibaPrev encaminhará o CuritibaPrev Plan2 à Previc ainda no primeiro semestre de 2019.

Não, como você já era servidor antes desta data, você poderá entrar no CuritibaPrevPlan2.

Depende do regulamento do plano contratado. No caso do Plan1, você terá direito à aposentadoria programada, aposentadoria por invalidez, pensão por morte e auxílio-doença.

  • Autopatrocínio: é a possibilidade de manter sua inscrição ativa no plano da CuritibaPrev e continuar contribuindo, para aumentar o seu saldo de conta total e receber no futuro a sua aposentadoria complementar.
  • Benefício Proporcional Diferido: é a possibilidade de permanecer vinculado ao plano da CuritibaPrev sem necessidade de continuar contribuindo e receber no futuro a sua aposentadoria complementar, proporcional ao saldo que lá houver.
  • Portabilidade: é a possibilidade de transferir o saldo de conta total para outro plano de previdência.
  • Resgate: é a possibilidade de resgatar o saldo total de sua conta, inclusive todas as contribuições efetuadas pelo patrocinador.

Obs.: Optando pela portabilidade ou pelo resgate, sua inscrição é automaticamente cancelada no plano da CuritibaPrev.

Essa foi a solução encontrada para beneficiar ao máximo o servidor público que está entrando na PMC e ainda não conhece a estrutura. Ele terá o prazo de 90 (noventa) dias para conhecer e decidir se deseja permanecer no plano.

O controle é exercido pelos órgãos internos de governança, Diretoria Executiva e conselhos Deliberativo e Fiscal, que são formados paritariamente por servidores indicados pelos patrocinadores e eleitos pelos participantes.

A fiscalização é exercida pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar -Previc – que é o órgão máximo de supervisão e fiscalização das Entidades Fechadas de Previdência Complementar no Brasil

Todo o seu saldo de conta ficará para quem você indicar como seus beneficiários. Podem ser, por exemplo, amigos, sobrinhos, afilhados ou qualquer pessoa que o participante queira. Não havendo indicação, o saldo de sua conta será destinado a seus herdeiros.

Sim. Se você faz a declaração completa, pode deduzir até 12% de sua renda bruta anual com o pagamento de sua previdência, ou seja, contribuindo para a CuritibaPrev você pode aumentar seu saldo de conta com o valor que pagaria de imposto de renda.

Sim, de acordo com o regime de tributação que o participante optar no momento da inscrição.

No texto apresentado, nada muda. Ao poupar na CuritibaPrev, você estará ainda mais preparado para enfrentar as novas regras que deverão ser aprovadas.

Sim, o IPMC é o regime de previdência obrigatório dos servidores do Município e a CuritibaPrev foi criada como fundo de pensão dos servidores municipais para estimular a poupança individual.